Confissões de Inverno escrito por Brendan Kiely

18:52


Lançado em outubro de 2015 através da Editora Arqueiro, Confissões de Inverno foi o trabalho de estréia do autor Brendan Kiely que nos conta a história do personagem Aidan Donovan.

Para contar o que de fato aconteceu, o que você não sabe e o que os jornalistas não informaram, tenho que começar pela ceia de Natal da mamãe.

Aidan  em seus 16 anos de idade se encontra naquela bendita fase complicada da adolescência, pela qual todos nós passamos ou iremos passar, aquele período em que costumamos meter os pés pela cabeça, de descobrir e querer demonstrar para o mundo quem nós somos, e sem perceber, mesmo gritando por liberdade, o momento em que nos tornamos um tanto vulneráveis e precisamos de um pouco de orientação, seja através dos nossos pais ou grupo de amigos. Ainda, como se não bastasse toda essa complicação, Aidan está vendo sua família se desintegrar através do divórcio de seus pais, a mãe agindo como se não houvesse nada acontecendo e o pai totalmente ausente.

Criado praticamente pela empregada da casa, o personagem encontra um espécie de válvula de escape através de remédios, álcool e das conversas com padre Greg, aparentemente a única pessoa interessada no que se passa em sua vida. Entretanto, com a chegada do inverno percebemos o ambiente se obscurecer ao redor de Aidan, que está prestes a explodir, e da real intenção daquele que parecia a única pessoa a se importar, mas uma amizade inesperada cresce entre o personagem e o grupo desajustado formado por Josie, Sophie e Mark.



Vamos colocar as cartas na mesa. Quando comecei o livro não o levava muito a sério, apesar de um dos temas me chamar a atenção. Após algumas páginas eu achava o livro iria me decepcionar, que não era o que eu estava pensando e seria mais um livro sobre um adolescente mimado, rebelde sem causa e seu grupo de amigos que estão no mesmo barco. Ledo engano.

Foi mais ou menos assim, o autor foi me jogando pistas, que uma hora eu pegava, mas de vez em quando descartava a ideia e pensava que não, estava me enganando, não seria aquilo. Talvez aquilo fosse fruto da minha imaginação e de alguma paranoia que Aidan estava tendo. Um capítulo passou e mais outro e... NÃO. Eu pensava estar errada naquele momento, é sério isso? É isso mesmo? Eu estava certa o tempo todo?

O problema é que nem sempre a gente escreve a própria história. Você participa da história dos outros e fica sem resposta quando se pergunta por quê. Você não tem controle, porque as forças de ação são grandes demais para enfrentar e, às vezes, até para entender.

Nesse momento comecei a conseguir me conectar ao personagem e entender tudo pelo que estava passando, pensando e o motivo de suas ações. Brenda Kiely construiu uma história em cima de diversos casos de escândalos que surgiram ao redor do mundo relacionados a Igreja Católica, dando um pouquinho de voz às vítimas e nos colocando em sua pele. Sim, talvez não tenha se tornado meu livro favorito, até porque não sou fã do gênero, mas eu não o descartaria, pois ele não deixa de ser um bom livro.

Como parte do assunto tratado na obra vindo atona através da estréia do filme Spotlight - Segredos Revelados eu não poderia deixar de vim até aqui para de certa forma recomendar o livro resenhado de hoje.


Obrigada Editora Arqueiro, pelo envio do exemplar!

Confira o blog em outras redes sociais:
Instagram /// Twitter /// Facebook /// Bloglovin /// Goodreads /// Skoob

You Might Also Like

2 comentários

  1. Parece interessantissimo, vou pôr na lista rs

    bjs Ariane do Larga de Preguiça

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bem? Ainda não conhecia esse título mas pelo enredo parece ser bem interessante. Realmente a Editora Arqueiro como sempre nos presenteando com excelentes títulos. Excelente resenha. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir