O Feiticeiro de Terramar por Ursula K. Le Guin

15:33


Publicado originalmente em 1968, O Feiticeiro de Terramar é o primeiro volume da trilogia Ciclo de Terramar escrito pela autora, já conhecida por muitos, Ursula K. Le Guin. No presente livro acompanhamos a história de Ged, antes dele ter se tornado o lendário e poderoso mago Gavião, ou seja, o conhecemos desde sua infância quando o seu dom para a magia despertou, passando pela adolescência, aquele período em que somos impacientes, impulsivos e propensos a cometer uma maior quantidade de erros sem pensar nas consequências. Ged, cego pela vaidade e pelo orgulhoso, acaba libertando um poderoso mal e com isso terá que aprender a lidar com esse fardo que o atormenta e a responsabilidade que assume em sua jornada para consertar o erro que ele mesmo cometeu.

Nunca lhe ocorreu que o perigo ronda o poder como a sombra persegue a luz? A feitiçaria não é um jogo que jogamos por diversão ou para receber elogios. Pense nisto: toda a palavra, todo ato de nossa arte, é falada e é feita para o bem ou para o mal. Antes de você falar ou fazer, tem que saber o preço a pagar!

Foi com muita surpresa que comecei a leitura do livro, deixa eu explicar, nos dias de hoje quando alguém chega para você e fala que leu um livro de fantasia como você imagina o enredo desse tal livro? Falando sério, na minha mente logo vem a imagem de batalhas épicas, guerreiros empunhando espadas, luz contra trevas e por aí vai. Não é assim mesmo? 

Bom, quando eu vi que não era bem isso minha bola baixou, fiquei meio amuada, pensando que essa provavelmente não seria uma das melhores resenhas que eu faria, não haviam muitas passagens longas de sistemas e sistemas de magia, parecia claro e direto demais, o protagonista mago não me parecia assim tão poderoso, ele por vezes era irritante. Mas, em algum momento da metade do enredo para o final meu cérebro deu um clique e nesse instante tomei um belo tapa na cara. Peço pelo perdão da palavra que vou usar, mas: porra, eu estava no meio de uma fantasia clássica. Aquele gostinho de T.H. White C.S. Lewis.

Somente no silêncio a palavra, somente nas trevas a luz, somente na morte a vida: o voo do falcão brilha no céu vazio.

Havia uma jornada, uma grande e sútil jornada, disfarçada naquelas palavras simples destinada aos old-kids de 1968, o pessoal que hoje denominamos de Young Adult. Antes que você pense, não, o final não culminou em uma batalha épica que me fez agarrar o livro como se minha vida dependesse daquilo, mas se trata de autoconhecimento do que carregamos dentro de nós, nem tudo é preto e branco, nem todos são inteiramente santos ou demônios. Pera lá que eu não vou revelar nada, mas saiba que da água de Ursula k. Le Guin beberam muitos autores de fantasia atuais que conhecemos dentre eles foram citados na contracapa do livro Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie Neil Gaiman, senti que Christopher Paolini também (se bem que ele bebeu de muitas fontes).

Sim, precisei retirar aquele fino véu dos meus olhos, fruto de obras da fantasia contemporânea, e passei a tentar observar essa obra de acordo com sua época, devo acrescentar que foi profundamente esclarecedora a nota final da autora (leitura obrigatória!) e uma parte importante para a formação da minha opinião.


O Feiticeiro de Terramar é um livro agradável e de rápida leitura, um dia basta para você mergulhar na jornada de Ged, pois é disso que a literatura fantástica é feita também, nem tudo é apenas grandes batalhas e tramas políticas profundamente elaboradas, ela é acima de tudo uma jornada sobre heróis, vilões, vigarista e de personagens humanos que convivem com o bem e o mal dentro de si.

You Might Also Like

21 comentários

  1. Bom, confesso que livro que tem uma capa que cria uma expectativa e que na realidade é algo diferente, me deixa inseguro. A capa é linda, mas não sei se conseguiria ler até o final. Adorei a resenha ><

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, vi muitas pessoas que chegaram cheias de "sede ao pote" e acabaram se decepcionando um pouco.

      Excluir
  2. Olá, já havia visto este livro no skoob, imaginava que era uma história recente, pasmem saber que é da década de 60. Gostei de saber que é, de certa forma, uma fantasia diferente das que estamos acostumadas. Ficamos muito abarrotados com as mesmices e com o modo operantis. Se tiver oportunidade, adoraria ler tal livro.

    www.ocasulodasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs... Pois é a história já é antiga. Espero que em breve você possa ter a oportunidade de lê-lo.

      Excluir
  3. Olá,

    Realizei essa leitura no mês passado e gostei muito da história. Achei um pouco massante no inicio, mas achei bem interessante a premissa e fiquei curiosa por tudo que a história promete. Gostei de ler sua resenha, pois tivemos impressões parecidas.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivianne! Pois é o início foi um pouco maçante mesmo, vamos ver o que Ursula nos deixou para ler nos próximos livros :D

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?

    Lembro que vi o livro como um dos lançamentos do ano da Editora Arqueiro, mas infelizmente este tipo de fantasia não faz meu tipo de leitura. Vou deixar este passar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi. Vi recentemente um outra resenha desse livro e somente agora tomei conhecimento desse clássico, apesar de fugir um pouco do gênero, no atual momento, certamente, mais pra frente o lerei. que bom que no meio do caminho você conseguiu ler respeitando as particularidades da obra.

    ResponderExcluir
  6. Oii
    Quero muito ler esse livro. Essa autora é muito elogiada. Já tenho na estante, por isso lerei em breve.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Desde o lançamento quero mergulhar nessa trama tão bem construída onde temos a oportunidade de conhecer Ged desde o início e ver como ele cresce e começa a se tornar o grande feiticeiro que é.
    Sou apaixonada por fantasia e estou intrigada para conferir esse trabalho, em que a primeira edição foi realizada em uma época que o gênero não era popular.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Espero que você possa conferir em breve!

      Excluir
  8. Eu fiquei muito animada quando soube que esse livro seria lançado no Brasil. Ainda não fiz a leitura, mas eu tenho grandes expectativas para o livro.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;D Que bom Débora, espero que goste da leitura quando a fizer :)

      Excluir
  9. Olá,
    Esse livro é uma das minhas próximas leituras.
    E já meio que tô sabendo de como vai ser o livro, sua resenha me ajudou a entender mais. Vamos ver, mas acho que vou gostar.

    http://euinsisto.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Uma oena eu não curti o gênero, pois sua resenha foi animada por demais, leitura obrigatória como disse, irei indicar a todos que eu sei que curtem esse tipo de leitura e falarei para conferir aqui. parabéns pelo trabalho.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karine! Tudo é feito com muito carinho aqui no blog.
      Beijos!

      Excluir
  11. A autora me surpreendeu na apresentação do universo de forma tão completa e também tão curta sabe? Achei que foi tipo um ponto bem positivo.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  12. Oie
    o livro tem um enredo legal e uma capa atraente, não é algo que leria pois não curto esse estilo de livro mas que recomendaria aos meus amigos, bela dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir