Uma conversa sobre Princesa Mecânica

19:28


Quantas vezes adiei essa leitura com medo de que as expectativas atrapalhassem e até mesmo por não desejar que a trilogia acabasse. Assim, ele permaneceu guardadinho lá na estante, até que em um belo dia de chuva – clima perfeito para As Peças Infernais – eu olhei para ele e ele olhou para mim.

Logo no primeiro dia a promessa de degustar aos poucos foi jogada no lixo, me controlei ao máximo e li em dois dias. Argh... Vai ser difícil falar sobre ele. Não, não se preocupe, pois revisarei esse texto ao máximo para não haver algum spoiler, como é o último e apesar de não ter resenhado os anteriores, falarei das sensações que esse livro me trouxe. Então não será uma resenha, mas uma conversa e ao mesmo tempo desabafo.


Cassandra Clare cresceu muito no quesito construção de personagens, ao meu ver, isso é perceptível ao longo dos seus livros, da primeira parte de Os Instrumentos Mortais para As Peças Infernais. Ela desenvolve não somente os principais, a história dos secundários está ali acontecendo e você torce por eles também. 

Quando lutar agora, continuarei com você. Quando andar pelo mundo, serei a luz a seu lado, o chão firme sob seus pés, a força que guia a espada em suas mãos.

Com o decorrer do tempo você acaba percebendo que os holofotes estão todos voltados quase unicamente neles, o que seria a história, o enredo principal, passa algumas vezes batidos sem notarmos. Por exemplo, o que seria o grande clímax mesmo, aquele de onde veio o título da trilogia, foi pouco. Não sei o que acontece com os autores YA que tem tudo nas mãos para promover uma cena de ação intensa e parecem que murcham na ora do “BANG!”. Tudo bem, foi legal, mas só isso. Acontece que vocês acaba se importando tanto com os personagens que isso acaba passando despercebido na hora, você descarta até mesmo o vilão apenas por mais páginas sobre a história dos personagens.



É difícil e contraditório. Você ama e se surpreende, mas ao mesmo tempo quando para e pensa sobre algumas passagens dos livros o clima de euforia diminui um pouco, mas calma! Ele permanece, o que foi aquele final? A Cassandra me arrancou lágrimas e eu nem percebi! 

Quando duas pessoas são como uma em seus corações, elas estilhaçam até mesmo a força do ferro ou do bronze.

Ah e os famosos triângulos amorosos... O melhor de todos! Eu poderia falar e falar sobre ele incansavelmente. Alguns já possuíam seu team formado desde o primeiro livro, mas eu estava tão confusa quanto Tessa. Veja bem, para quem já conhece os personagens, creio que o Will seria o melhor para ela, certo? Mas, por favor, Jem também não merecia sofrer e nem... AH! Não posso falar. 

Will é intenso, paixão. Jem é porto seguro, carinho. Tessa fique com o Will, Jem quando você resolver sair desse mundo feito de tinta e papel me procure que quero lhe abraçar. Por falar nisso...



Eu quis abraçar a todos eles, todos! Então, após todos os altos e baixos que de alguma forma deixaram uma marquinha na parte do meu coração voltada para os livros, tudo o que pude fazer foi abraçar meu livro. Pois, apesar de tudo percebi que nunca estaria pronta para dar adeus ou tchau a nenhum dos personagens dessa história.

Para aqueles que apenas serão lembrados: Ave atque vale.

Aos que vão continuar suas histórias nas outras séries que virão: vá em paz, por tudo o que juramos, nós dois, dizendo que o Senhor estaria entre mim e ti, para sempre”.

Todo encontro leva a uma partida, e assim seria, enquanto a vida fosse mortal. Em todo encontro, havia uma da tristeza da separação, mas, em toda separação, havia um pouco da alegria do encontro.
Ele não esqueceria a tristeza.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Perfeita o seu desabafo sobre a série! Eu também li ele em dois dias, eu amei aquele fim, acho que foi o epílogo de todos os tempos para mim, eu chorei muito! Foi muita emoção! O MELHOR triangulo de todos os tempos, Tia Cassandra é uma diva e seus personagens marcaram meu coração também!
    Beijos
    Paulinha - Overdose Literária!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/07/resenha-cicatrizes-eva-zooks.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tia Cassandra Clare é uma destruidora de corações ;D

      Excluir