Geek Love por Eric Smith

22:20

E lembre-se: não importa quão ruim você pense que foi, pelo menos você tem galinha, como no famoso meme de WoW.



Através da diagramação impecável, dos “conselhos” criativos e das inúmeras referências a cultura nerd (seja através dos filmes, seriados, games, livros, tecnologias, etc.), apesar de grande parte do livro ser voltado para o público masculino, eu encarei Geek Love, não como um livro de auto ajuda, mas um momento de diversão. Como eu estava precisando aliviar o estresse das minhas provas e aguardar a liberação das notas (como os professores nos torturam essas horas!), O Manual do Amor Nerd me rendeu algumas boas risadas e um alívio passageiro.






Ok, ele tem seu leve ar de manual de auto ajuda para os garotos mais novos (ou não), até mesmo proporcionando uma agradável, porém velha, questão debatida sobre o uso da tecnologia ao nosso favor, mas ele quebra esse gelo tantas vezes que o público para o qual seria destinado se amplia. Da para imaginá-lo na vida real, um pouquinho forçado, mas seria possível. Contudo, quando paro para pensar em alguém com esse pequeno livro nas mãos, tudo o que me vem na cabeça são os personagens da ficção com seus 14/15 anos de idade.



Sabe aquele livro divertido, leve (tanto na leitura, quanto no tamanho em si) e perfeito para carregar na mochila/bolsa? Aquele companheiro que nos livrará dos momentos de tédio, seja parado em uma fila ou no ônibus... Então, Geek Love é uma boa pedida.


You Might Also Like

0 comentários