Crônica de uma morte anunciada por Gabriel García Márquez

21:11

No dia em que o matariam, Santiago Nasar levantou-se às 5h30m da manhã.

Editora: Record
ISBN: 8501019437
Ano: 1998
Páginas: 177

Confesso, acho que vocês irão perceber através do histórico de resenhas do blog, que esse não seria um livro que me chamaria atenção logo de primeira. Acontece que eu estava lendo Crônicas de uma morte anunciada para a disciplina de Português II da minha faculdade, assim aproveitando as ondas das minha sumidas, juntei o útil ao agradável e resolvi fazer uma resenha sobre ele. Como a cópia da minha leitura foi disponibilizada pela biblioteca da faculdade, desculpem-me pela ausência de quotes e fotos...

Escrito por Gabriel García Márquez e publicado originalmente em 1981, Crônicas de uma morte anunciada nos conta sobre a morte de Santiago Nasar. Sim, na lata! Sem spoiler, logo na primeira linha do livro você sabe que o personagem será morto, agora como, onde, quando, porque, por quem e entre outras perguntas, essa é a graça de todo o enredo.

Os fato e motivos apresentados em uma narrativa que vai e volta no tempo somados ao pequeno número de páginas dos livros nos instiga a ler mais. Além do curioso caso em que todos da cidade sabem que o personagem irá morrer, exceto (é claro!) a vítima, mas se calam diante das circunstâncias e os poucos que estão dispostos a avisar Santiago Nasar não o conseguem a tempo.

Vou ficar por aqui, a resenha é pequena para não estragar o enredo do livro caso vocês estejam curiosos para ler. Saibam que Crônicas de uma morte anunciada foi para mim uma grata surpresa e estou até que disposta a ler outras obras do autor ainda esse ano, alguma boa indicação?

You Might Also Like

1 comentários

  1. Nunca li nada do Garcia Marquez. Mas, sempre vejo bons elogios a ele. E gostei da premissa deste livro, quem sabe eu não comece por ele.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir