A Última Fugitiva escrito por Tracy Chevalier

19:20


Livro da Editora Bertrand Brasil (uma Editora que é muito conhecida por suas obras clássicas), e escrito por Tracy Chevalier, que é autora também do best-seller: Moça com Brinco de Pérola, que para falar a verdade, ainda não li – rs - quando descobri sobre o best-seller, o filme sobre o livro já tinha saído, então como gosto sempre de ler os livros antes de ver os filmes, fui deixando a leitura para depois, mesmo ouvindo que a história foi muito elogiada. A última Fugitiva recebi de presente de Natal, e quando vi que era a mesma autora do best-seller, decidi ler o livro com bastante calma, já que o cerne das histórias dessa autora são sempre contextualizadas em épocas históricas muito complicadas. Assim, finalmente li o livro, em uma semana (ele não é grande, só que me enrolei para ler – rs). Não vou mentir, achei o rumo da história um pouco diferente do que esperava, mas o final surpreendeu demais. Então gostei muito quando terminei.

- Você se acostuma. É melhor estar sozinha. Isso aqui – a mulher mostrou a floresta em volta – é segurança. A natureza não vai me escravizar. Pode me matar de frio, de doença, os ursos podem me atacar, mas é pouco provável. O perigo está lá – ela apontou a estrada. – Pessoas são perigosas.

A história remete a época de 1850 nos Estados Unidos da América, mas também, mesmo sem se passar na Inglaterra, a personagem principal foca muito na história desse país. É quase uma discussão histórica e cultural entre os dois países. A história inicia com a viagem das irmãs Honor Bright (achei muito interessante as ligações que podem ser feitas entre o nome da personagem principal e a história em si) e Grace Bright da Inglaterra, mais precisamente, de Bristol para a cidade de Faithwell em Ohio, nos Estados Unidos, ou como dito no livro, uma viagem para as Américas. A irmã de Honor, Grace decide viajar para se casar com Adam Cox, que vive em Faithwell com o irmão, que está doente, e a cunhada. Pelas cartas que ele envia a Grace, a vida nas Américas parece prosperar. Assim Honor embarca junto na aventura, e no navio Adventurer, por culpa de uma desilusão amorosa em sua cidade natal.

A questão é que a história não é só uma ficção histórica, retratando incrivelmente o contexto da época, mas também mostra as entranhas da “Ferrovia Subterrânea” dos escravos fugitivos, e da escravidão nos Estados Unidos da Época, que vou dizer, não é bonita. E mostra as ideias de um povo religioso, denominado Quaker (um povo originário do movimento protestante britânico que aposta, até hoje, na restauração da fé cristã e que procura o simplismo e o pacifismo, como vai poder se perceber no livro), sobre o qual eu não sabia nada, até esse livro (leitura é aprendizado sempre – rs). E também a relação política e econômica desse grupo e de outros com os escravos. O que nos mostra o porquê de certas raízes culturais americanas dos dias de hoje.


Os personagens, todos, são I-N-C-R-Í-V-E-I-S. É sério, claro que nunca simpatizamos com todos, mas nessa história eles evoluem, são vivos e cheios de emoções, fazendo parecer que existiram de verdade (sobre esse ponto há uma surpresa na parte dos agradecimentos da autora).

Pelas lindas cartas, pela narrativa simplista e emotiva do livro (além do MAPA que ele tem – quem não gosta de livros com mapas, né? – rs), pela reflexão que ele nos proporciona e pelo final incrível, que vale a pena a leitura até o final, é que recomendo esse livro, para quem quer adquirir um pouco de cultura histórica, com um toque de drama, e para quem ama uma ficção histórica.

- Sempre que vejo um fugitivo, de qualquer cor, tenho de ajudar. Faz parte de mim.

You Might Also Like

30 comentários

  1. Oiii, tudo bem Fernanda?
    Eu realmente não conhecia este livro, e adorei ter tido essa oportunidade. A obra no começo não pensei que fosse ser tão linda no seu interior, leria com toda certeza <3 e adorei a resenha, vou acompanhar o blog <3
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana! Esse livro é mesmo bem ofuscado pela obra mais famosa da autora, mas a história, com certeza, é interessante. Obrigada pelo elogio, e espero que continue mesmo por aqui! Sempre temos novidades ;)

      Excluir
  2. Olá,
    Eu não conhecia o livro e nem seu blog na verdade, mas irei mudar isso, adorei o cantinho dedicado ao gatinho <3
    Quanto ao livro eu achei muito bonito, e sua resenha ótima, parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tudo? O blog é da Marina, sou apenas uma colaboradora! Mas, muito obrigada pelos elogios. O livro é realmente muito bom. Continue acompanhando o blog! Beijos.

      Excluir
  3. Ah! Quando li que se passava nos EUA pensei logo: "Oba! um romance histórico que não se passa na Inglaterra! Milagre!!"... pena que ficou essa discussão, essa comparação entre os países. Mas... a parte histórica que trata da escravidão é bem mais interessante. A capa é primorosa, também; e gostei de ver parte da diagramação. Parece ser uma ótima leitura!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, difícil achar algum que não se passe na Inglaterra. Esse, apesar de falar bastante da Inglaterra (o que é necessário para o contexto e enriquecimento do contexto dos personagens), é bem centrado nos EUA. Então, mesmo assim eu sugiro a leitura. Também gostei muito de todo o design do livro! Continue acompanhando o blog. Até :)

      Excluir
  4. Oii!
    Ainda não conhecia esse livro, ams achei bastante interessante a sua resenha, me deixou com vontade de ler mais. kkk A sua escrita é muito boa, continue assim. :D

    Beijos
    Te convido a me visitar, também! ♥
    • Sentido Literário •

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Que bom que gostou da minha resenha, Hayanne, com elogios assim só me dá vontade de escrever mais. Obrigada. Continue acompanhando o blog. E vou dar uma olhadinha no seu também ;) Beijos!

      Excluir
  5. Oie tudo bem?Bacana sua resenha, o livro parece ser muito interessante, embora eu não tenha ficado tão curiosa assim pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaísa! Tudo bem. Obrigada pelo elogio. E é assim mesmo, nós leitores temos momentos e momentos para ler. E também tem aqueles assuntos que nos interessam mais. Mas não deixe de ficar atenta ao blog, sempre temos novas resenhas, e os temas dos livros variam.:)

      Excluir
  6. Oi Fer, ainda não conhecia a obra, valeu a dica ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel! Tudo? Apesar da obra ter sido lançada a um tempo, ela é muito pouco conhecida. Que bom que gostou da dica. Não deixe de acompanhar o blog! Beijos ;)

      Excluir
  7. Opaa!! Ainda não sabia da existência desse livro, parece ser bem legal (ao menos para mim), Valeu pela dica.


    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel! Que bom que gostou da dica. Continue acompanhando o blog, para mais resenhas. ;)

      Excluir
  8. Olá, ontem mesmo acabei de ler O pássaro do bom senhor, livro que também se passa nessa época nos Estados Unidos e quando vi que A última fugitiva se passava no mesmo período, fiquei curiosa para saber o que tem em comum, e pela sua resenha parecem sim tratar de alguns temas semelhantes. já quero ler!

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari! Já tinha ouvido sobre "O pássaro do bom senhor", deve ser bem bom, mas acho que tem um pouco mais de humor do que "A última fugitiva", né? Acho que pra descobrir, vou ter que ler... haha. Que bom que te incentivei a ler o livro. Não vai te arrepender. Continue acompanhando o blog para mais resenhas. :D

      Excluir
  9. Parece ser um bom livro.Histórias épicas são muito interessantes,é um dos tipo de leitura que adoro fazer. Gostei muito da sua resenha,me convenceu bastante.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo! É um livro muito bom. E todas as leituras históricas também me atraem bastante. Que bom que gostou da resenha. Obrigada pelo elogio. Continue acompanhando o blog! :D

      Excluir
  10. Não sabia do livro e nem do filme, acho que histórias de escravidão nunca são bonitas, gostei desse recorte histórico que o livro faz, me parece uma leitura instigante. Se mostra o motivo de alguns pontos das raízes culturais americanas, deve ter muita crítica, se sim, então, acho que vou curtir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian! Tudo? O livro é um drama, então, como todo drama, tem partes bem tristes. Sim, acredito que tem várias críticas das raízes culturais americanas, principalmente do tratamento que os Quakers (que se diziam um povo sem preconceitos e ajudavam os negros escravizados) davam aos negros fugitivos, com até um pouco de sarcasmo sobre isso. Acho que vai gostar da leitura! Continue acompanhando o blog. :)

      Excluir
  11. Oi!
    Não conhecia nem o livro, nem o filme nem a autora, o que é uma pena, pois me interessei muito pelo livro. Achei o tema muito interessante, e é algo que quase não ouvi falar até hoje.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiiie
    O livro parece ser interessante, o enredo está chamativo e eu fiquei curiosa depois de ler sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie,

    Não conhecia a autora e nem os livros dela! Mas parece ser um história linda e emocionante, e eu tenho uma quedinha por histórias históricas <3

    Mayla

    ResponderExcluir
  14. Só por você ter citado que os personagens são incríveis o livro já entrou para os meus desejados! Construção de personagem é algo que prezo muito quando bem feito. A Última Fugitiva tem uma premissa encantadora e fiquei maravilhada com esse primeiro quote que colocou, ameeei!! Adorei a resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Hey,
    Eu não conhecia a autora. Já até assisti Moça com o brinco de pérola, mas não tinha ideia que tinha um livro. Adoro livros que trabalham com detalhes históricos e ainda mais quando faz isso com bons personagens. Fiquei com muita vontade de ler, a premissa do livro é muito interessante e só imagino como a autora pode ter trabalhado os EUA escravista. Espero ter a chance de conferir.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Seu blog é lindo!
    Eu não conhecia o livro nem a autora! Achei incrível! Amo livros com mapas!! A capa é linda e a trama me agrada!! Vou querer ler!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  17. Oiii
    não conhecia esse livro, mas o fato de que ele traz um pouco de historia já me interessa. parece ser um livro incrível e com certeza vou comprá-lo para ler!
    Bjus

    ResponderExcluir
  18. Livros com contextos históricos , mesmo que a história não seja bonita, acho que é sempre válido pois nos ensina um pouco mais da história. E sempre nos faz refletir do quanto mudamos ou não ao longo de todos os anos. As vezes acho que a crueldade himsns para nunca tem fim. Hoje não temos escravos no conceito daquela época, mas existe muita exploração aos mais fracos.
    Gostei da capa também.
    Livro mais que anotado para minha lista.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  19. oi
    não conhecia a obra nem a autora
    a capa me chamou a atenção,espero ler essa obra em breve,parece ser legal
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Oii, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, nem o filme Moça com brinco de pérola, achei muito interessante a premissa, quero ler e ver esse filme também. Que bom que a leitura acabou lhe agradando.

    Beijos

    ResponderExcluir