Antes de partir desta para uma melhor escrito por Jonathan Tropper

20:40

DREW SILVER
1964-2014
Que merda é essa?

Como é boa aquela sensação que surge quando um livro te surpreende, não é mesmo? Quando você começa a ler, como quem não quer nada, até mesmo torcendo um pouco o nariz, e quando se dá conta os capítulos vão ganhando uma velocidade surpreendente e o mundo parece silenciar ao seu redor, é só você e os personagens, então... O livro acaba!

Nos 45min do segundo tempo de 2015, isso quer dizer dois dias antes de acabar o ano, peguei o livro Antes de partir desta para uma melhor como quem não quer nada, pois estava procrastinando sua leitura, achando que talvez não fosse gostar da história. Ao escrever essa resenha, fico feliz em saber que estava totalmente errada.

Quando ela sai, ele fica ali, estripado, como um peixe. Casey sempre foi assim, tão rápida com a lâmina que o sangue começa a escorrer depois de ela ir embora.

Bom, deixa eu te contar um pouquinho dessa história. Nosso protagonista, Drew Silver, com o perdão da palavra, estava levando uma vida fud***. Ex-baterista de uma banda de rock que emplacou uma única música, separado e vivendo em Versailles, uma espécie de apart-hotel onde moram outros homens divorciados, sua maior diversão é jogar conversa fora ao redor de uma piscina enquanto baba por garotas com a metade de sua idade.

Como se isso não bastasse para considerarmos esse o fundo do poço de Drew, ele descobre duas coisa que prometem tirar sua vida dos eixos: Casey, sua filha, após ser aceita em uma universidade, descobre que está grávida e o coração do nosso protagonista não está mais aguentando a pressão. Já contei que ao sofrer um derrame, Drew parece que não tem mais um filtro entre o seu cérebro e sua língua? Pois é, ele não está mais conseguido guardar para si os seus pensamentos.

Então porque não se recusar a fazer a cirurgia e aproveitar os que resta da sua e de quebra tentar reconstruir o relacionamento com a sua filha? É essa a escolha de Drew.


Poderia ser mais uma história, sobre um homem fracassado com uma pegada de filme que você só irá ver para passar o tempo ou rir um pouco. Entende, esse era meu pensamento, mas chegou um instante que não sei se foram as burradas de Drew ou a escrita de Jonathan Tropper que me pegaram de jeito. Não, espera, talvez a sua lista: ser um pai melhor, ser um homem melhor, me apaixonar, morrer. Essa lista, quando completa surpreendeu tanto a mim quanto a Drew, pois foi inesperado e, posso dizer, tocante.

- Você acredita em Deus? - pergunta ele.
Casey sorri, como se ela fosse a mãe, e ele, o filho, e faz um gesto para abranger ela mesma, Silver, o mundo à sua volta.
- Quem mais poderia ter armado um espetáculo de merda tão insano?

Se eu recomendo esse livro... Não para todas as pessoas, você já leu um dude-lit/Lad-lit? Sabe, literatura voltada para o gênero masculino do tipo Alta Fidelidade de Nick Hornby e Clube da Luta de Chuck Palahniuk, elas retratam história diferentes, mas são da mesma vibe. O caso é, se você gosta, Antes de partir desta para uma melhor pode lhe agradar e tenha certeza de que eu vou te recomendar :)


Obrigada Editora Arqueiro pelo envio do exemplar para resenha!

Confira o blog em outras redes sociais:
Instagram /// Twitter /// Facebook /// Bloglovin /// Goodreads /// Skoob

You Might Also Like

11 comentários

  1. Olha, às vezes isso acontece comigo, pego alguns livros que não daria nada e pimba, me surpreendo, a leitura é magnífica. Foi dessa forma que conheci a Marta Medeiros em 2008, não dava nada e aí me encantei e já tenho quase todos os livros dela.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Acho que essa é uma das melhores experiências: quando você não dava muito pelo livro e ele consegue te surpreender o/. Não conhecia essa obra e confesso qeu estou ainda em dúvida sobre dar uma chance a ela. Mas gostei do que você abordou e gosto de estórias em que o protagonista amadurece e resolve ter metas e fazer a mudança acontecer. Caso resolva ler espero me surpreender também.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  3. Hi baby, tudo bem? apesar de gostar de romance e livros de "mulherzinha" também adoro um dude-lit (não conhecia esse termo)quero muito ler Clube da luta (amoo o filme) e me interessei por esse que você resenhou, vou por na minha lista, parabéns pela ótima resenha e pelo blog lindo! estou o seguindo ;)

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oiee, gostei da resenha! Não sou muito fã do autor, mas confesso que esse livro chamou a minha atenção e pretendo ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Estou loucaaaaaaaaa para ler esse livro, virei fã desse cara quando li "Como falar com um viúvo", um livro que muitos não dão nada pela capa que é super simples e a sinopse nada tradicional, mas me arrancou muitas gargalhadas e lágrimas, depois teve o outro que não me recordo nome, mas que foi uma leitura que também ficou dias na minha cabeça.
    Então, claro ou com certeza que lerei esse? hahahaah
    Beijos
    Clube do Livro & Amigos | Curtiu?

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu também não daria nada por este livro, mas agora deu vontade de ler!
    Gosto de livro que são mais do que aparentam!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiiie
    Eu fiquei bem curiosa pelo livro, é um gênero que sempre tento arriscar pois é meio diferente do que estou acostumada mas os temas me atraem, gostei da resenha e se tiver oportunidade vou ler sim

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Confesso que não esperava tanto desse livro, mas sua resenha mudou minha opinião.
    Adorei a resenha é os pontos que você abordou.

    Beijos
    ummundochamadolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Já a segunda resenha positiva desse livro que vejo e curti ambas, só não sei se vou dar uma chance
    http://marifriend.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. pow não é a primeira resenha positiva que eu leio desse livro, mas estou em dúvida ainda. acho que agora não é o momento de ler, mas to pensando seriamente em ler esse livro esse ano. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu tive essa mesma surpresa com esse livro, não esperava que fosse tão bacana quanto foi e eu recomendo para todos, viu, porque eu não sou do tipo que lê esse gênero, mas adorei a história, então acredito que muita gente também pode gostar, então saio recomendando para todos kkkk

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir